Coordenador e professor do curso de Engenharia Agronômica do UniToledo têm artigo publicado em Evento Internacional

Aline Ceolin

O artigo teve como objetivo apresentar algumas considerações sobre a experiência desenvolvida na Associação dos Pequenos Produtores Rurais Beira Rio - Araçatuba-SP, na confecção de desenhos para implantação de Sistema Agroflorestal, realizada no âmbito do Projeto de Desenvolvimento Rural Sustentável (PDRS).

O artigo teve como objetivo apresentar algumas considerações sobre a experiência desenvolvida na Associação dos Pequenos Produtores Rurais Beira Rio de Araçatuba.

O professor Márcio Fernando Gomes e o coordenador Simas Ferreira Aragão do curso de Engenharia Agronômica do UniToledo publicaram artigo intitulado “Metodologias participativas na elaboração de desenhos para a implantação de sistemas agroflorestais (SAF): Algumas considerações sobre a experiência da associação Beira Rio, Araçatuba-SP, Brasil”, na IV Convención Internacional de Agrodesarrollo, realizada entre os dias 23 e 30 de outubro de 2016, em Varadero-Cuba.

Márcio explica que o artigo discute a implantação de Sistemas Agroflorestais (SAF), que representa uma alternativa de estímulo econômico à recuperação florestal, levando a incorporação do componente arbóreo em estabelecimentos rurais e constituindo um modelo agrícola mais ecológico.

“O artigo teve como objetivo apresentar algumas considerações sobre a experiência desenvolvida na Associação dos Pequenos Produtores Rurais Beira Rio – Araçatuba-SP, na confecção de desenhos para implantação de Sistema Agroflorestal, realizada no âmbito do Projeto de Desenvolvimento Rural Sustentável (PDRS)”, ressalta o professor.

O artigo, que também tem autoria de Neide Araújo e Luiza Helena Vieira Girão, pode ser consultado nos anais do evento, disponível em http://biblioteca.ihatuey.cu/?p=987.

IMPORTANTE
Márcio afirma que a participação em eventos científicos (encontros, congressos, fóruns, seminários, etc) é muito importante para a formação e o desenvolvimento do profissional. “Os eventos científicos possibilitam a divulgação do seu trabalho para um público maior e especializado, permitem a troca de ideias e experiências, contribuem para novos aprendizados, auxiliam no estabelecimento de uma rede de contatos profissionais e fortalecem o currículo”.

O professor conta que participa de eventos científicos desde a graduação e, a cada evento, percebe que volta mais motivado e com novas ideias para as atividades profissionais.

DICA
O docente ressalta que o primeiro passo para quem deseja conquistas semelhantes é desenvolver uma pesquisa cientifica. “A segunda etapa envolve a identificação e submissão do trabalho para o evento científico. É importante o autor escolher eventos associados a sua área de pesquisa e atentar-se para as diretrizes do evento, respeitando os tópicos do artigo como introdução, materiais e métodos, conclusão, etc, e as normas de formação”.

Os professores e alunos que tenham interesse em desenvolver pesquisas podem conhecer e participar dos Grupos de Pesquisa do Centro Universitário Toledo (http://web.toledo.br/pesquisa/).