África para crianças: licenciaturas em História e Pedagogia do UniToledo levam conhecimento sobre cultura africana para estudantes

Aline Ceolin

site 1 site 2 site 3

O projeto “África para crianças” é a nova atividade de extensão idealizada pela coordenadora das licenciaturas em História e Pedagogia do UniToledo, Angela Liberatti, e desenvolvida juntamente com acadêmicos dos 4º e 6º semestres dos cursos.

O projeto “África para crianças” é a nova atividade de extensão idealizada pela coordenadora das licenciaturas em História e Pedagogia do UniToledo, Angela Liberatti, e desenvolvida juntamente com acadêmicos dos 4º e 6º semestres dos cursos.

O projeto “África para crianças” é a nova atividade de extensão idealizada pela coordenadora das licenciaturas em História e Pedagogia do UniToledo, Angela Liberatti, e desenvolvida juntamente com acadêmicos dos 4º e 6º semestres dos cursos.

A ação faz parte dos conteúdos programáticos das disciplinas de “História do Brasil” e “História da África”, ministradas por Angela. A docente conta que o Projeto surgiu a partir de uma demanda da Emeb Professora Henny Ferraz Homem sobre a necessidade de especialistas no tema conversarem com os pequenos. “Fui à escola e conversei com a professora da sala e combinamos de iniciar o Projeto com a vinda das crianças para cá”.

E na manhã e na tarde do dia 17 de agosto, o primeiro grupo foi recepcionado no UniToledo. Os alunos do 4º ano do ensino fundamental conheceram detalhes sobre a cultura africana em interativa aula no Laboratório de Inovação Acadêmica da instituição. Os estudantes ainda visitaram a biblioteca do UniToledo, onde aprenderam sobre o seu funcionamento, interagiram em um delicioso lanche na Praça Universitária e, ao fim, ganharam pirulitos dos mascotes Cubinho e Toledinho.

A coordenadora explica que o objetivo é proporcionar mais conhecimentos sobre a história africana a partir de uma visão que impeça o preconceito, a fim de que as crianças entendam que existem muitas formas de vidas diferentes das delas. “Estaremos na escola por mais duas semanas para darmos continuidade ao Projeto levando material sobre a África”.

SURPREENDENTE

A professora Rosângela Oliveira, responsável pelo acompanhamento das crianças na visita à instituição, afirma que, muito mais do que projeto “África para Crianças”, a iniciativa mostra a “África de Todos Nós” ao apresentar a história do povo africano e a contribuição na formação do povo brasileiro.

“Esse projeto visa desmistificar o negro escravo e levar as crianças a entenderem que ninguém nasce escravo. Possibilita ainda que eles tenham contato com a cultura e faz com que os afrodescendentes se sintam respeitados e valorizados como pessoa”, ressalta Rosângela.

A docente revela se maravilhou com o interesse que os alunos demonstraram em conhecer o continente africano e suas peculiaridades, destacando ainda a importância das crianças, de forma geral, compreenderem o papel do homem negro na formação da identidade cultural do país.

APRENDIZADO

A aluna do 4º semestre da licenciatura em História Brenda Penha Siqueira afirma que a atividade foi divertida e interessante ao permitir o desafio de como conduzir uma aula dinâmica para alunos do fundamental I.

“Como a área de atuação do curso é voltada para o ensino fundamental II e médio, a possibilidade de se trabalhar com as crianças dos anos iniciais é remota, sendo assim, essa atividade nos trouxe a oportunidade de conhecer melhor a área. Todas queriam responder e trazer alguma curiosidade para a aula”.

Angela ressalta ser fundamental que a universidade divida com a sociedade aquilo que produz. “Penso que esse tipo de atividade é uma oportunidade para que nosso aluno conheça a realidade escolar na qual vai atuar depois de formado, torne-se conhecido e conquiste vaga no mercado de trabalho. Foi um prazer conhecer os professores da escola e recebê-los em nossa instituição”, conclui a coordenadora.

Edição: Barbara Franchesca Nascimento