Preparação JUT 2018: profissionais do UniToledo deixam dicas para melhor desempenho dos participantes

Design UniToledo

 Toda a comunidade acadêmica do UniToledo está com grande expectativa para os Jogos Universitários UniToledo 2018, os JUT. Para que haja bom rendimento nas disputas, são necessários alguns cuidados específicos. Pensando nisso, consultamos os mestres da instituição que deixaram várias orientações para sua melhor preparação.


Toda a comunidade acadêmica do UniToledo está com grande expectativa para os Jogos Universitários UniToledo 2018, os JUT. Para que haja bom rendimento nas disputas, são necessários alguns cuidados específicos. Pensando nisso, consultamos os mestres da instituição que deixaram várias orientações para sua melhor preparação.

Toda a comunidade acadêmica do UniToledo está com grande expectativa para os Jogos Universitários UniToledo 2018, os JUT. Para que haja bom rendimento nas disputas, são necessários alguns cuidados específicos. Pensando nisso, consultamos os mestres da instituição que deixaram várias orientações para sua melhor preparação.

O professor dos cursos de Educação Física do UniToledo Thiago Zambon afirma que não existe uma forma única de preparação, pois cada um tem sua maneira de se preparar.

“Nas modalidades individuais, acredito que uma forma bastante eficaz na preparação é a prática da modalidade o máximo que conseguir, pois isso fará o competidor chegar a sua melhor condição na hora da disputa”. Thiago ainda ressalta que essa prática pode ser com os amigos de sala, de outras salas, cursos e até mesmo com familiares. “Realizar disputas menores também ajuda no clima de competição”, adianta o professor.

Já nas modalidades coletivas como Voleibol, Futsal, Basquetebol, Handebol, Biribol, Atletismo, Jiu Jitsu e Natação, o docente recomenda jogos internos como interclasses e treinos específicos para melhorar o desempenho e já entrar em clima de competição.

Thiago aponta que, na véspera dos jogos, é momento de descanso, pois o que tinha que ser feito já foi. Realizar preparação emocional e mentalizar o melhor desempenho na competição são dicas válidas.

PREPARAÇÃO NOS DIAS DOS JOGOS
Para os dias de jogos, Thiago indica aos competidores que cheguem o mais cedo possível ao local de competição, separarem com antecedência todo o material de disputa, realizem aquecimento antes de começar o jogo e não façam ingestão de bebidas alcoólicas antes da competição, além de beberem muita água para a hidratação.

A alimentação balanceada é fundamental para fornecer energia e garantir disposição durante os jogos. A nutricionista da Clínica de Nutrição do UniToledo, Jéssica Campos, explica que é essencial para suprir as demandas energéticas do exercício e retardar a fadiga com uma alimentação equilibrada. No cardápio, deve haver carboidratos, proteínas gorduras, vitaminas e minerais.

A profissional ressalta que passar horas sem se alimentar pode prejudicar o desempenho, sendo assim, para maior rendimento esportivo, é importante cuidar da alimentação o dia inteiro. “A nutrição adequada é fundamental na prática esportiva”.

Jéssica aponta que, para começar bem o dia e garantir a oferta de nutrientes, existem algumas opções de café da manhã como, por exemplo, iogurte natural com granola, mamão e castanhas do Pará ou pão integral com queijo branco e suco natural de abacaxi e vitamina de leite com banana, farelo de aveia e pasta de amendoim.

A nutricionista afirma que, nos momentos antes dos jogos, é importante priorizar fontes de carboidrato que fornecem energia como batata doce, mandioca, milho, pães integrais e frutas com aveia ou granola. “Essas opções fornecem energia mais lentamente e mantém a saciedade por mais tempo. A refeição que antecede a prova deve ter um intervalo de pelo menos uma hora”.

Segundo Jéssica, alimentos que são fontes de proteína como leite, queijos, ovos e carnes também podem fazer parte dessa refeição, porém, em grandes quantidades e muito próximo das atividades, podem gerar desconforto gastrointestinal.

Para as atividades de longa duração, a nutricionista indica consumir carboidrato nos intervalos, pois pode ser necessário para a manutenção da energia, frutas secas, banana, barras de cereais e suco de laranja são opções.

“Após o evento, a combinação de carboidrato e proteína é fundamental para a recuperação, lembrando que a boa hidratação deve ser mantida antes, durante e após o evento”, ressalta Jéssica.

Por fim, a nutricionista ressalta que uma dica de lanche prático e saudável para a recuperação após os jogos é sanduiche de pão integral de atum com requeijão light, alface americana e tomate ou uma tapioca de frango desfiado com rúcula e cenoura crua ralada.

INTEGRAÇÃO E SUPERAÇÃO
“Eu diria que o verdadeiro espírito dos JUT é o de relacionamento e de superação. Os JUT são um evento sensacional, pois agregam a integração dos alunos do curso e possibilitam relacionamentos com alunos de outros cursos e os fazem superar seus próprios limites, realizando e participando de ações que nem imaginam que são capazes”, ressalta Thiago.

Além da integração, o docente diz que várias situações são despertadas com os Jogos, como trabalho em equipe, respeito às regras, superação, cair e se levantar.

“Acredito que os JUT são fundamentais na formação não só do universitário, mas também na formação do ser humano, pois te colocam em situações de pressão, controle emocional, resolução de conflitos e tudo isso levamos para a nossa vida”, finaliza.

Edição: Aline Ceolin